Ko Pha Ngan Tailandia

Abstração da dor

Quando estou longe não sinto a maca debaixo de mim

Não sinto a agulha infiltrando minha arteria

Antes, sinto meus pés sob uma grossa areia do Pacífico

Porque o sentir torna-se pesado apenas aos hipocondríacos

Mas a mim, é como o rufar das folhas desta grande árvore que me protege

Ao som do borbulhar das águas de um mar aquecido e azul transparente

O sentido modifica-se conforme minhas antigas experiências dentro de um CTI

Tornaram-me mais apta a congelar o que machuca

Abstrair

E tornar doce a dor

Então tornei -me apta aos cafés mais amargos e as bebidas mais fortes

Categorias Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close